Home » E. Fundamental » 9º Ano » Endereçamento

Endereçamento

"Um computador sem endereço é a mesma coisa de uma casa sem endereço... ele não pode ser encontrado, não pode enviar ou receber informações...


enderecamento-ip

Para que os computadores e outros elementos em uma rede possam se comunicar, compatilhar dados ou recursos entre si, é necessário que eles tenham uma localização dentro da mesma e possam ser localizados, da mesma forma que uma casa, para que possa receber suas correspondências.

O endereçamento dos componentes de uma rede é realizado através de um protocolo chamado IP, que designa para cada nó desta rede um endereço chamado IP.

O endereço IP é formado por um número de 32 bits, dividido em quatro octetos no formato decimal, separados por pontos; cada um destes octetos podem receber números entre 0 e 255, com algumas exceções. Um exemplo de endereço IP é 192.168.0.1.

Os endereços IPs são estruturados em classes, onde parte dele representa seu endereço dentro da rede e outra parte representa o endereço da rede. Exemplo: no endereço do exemplo anterior, 192.168.0.1, podemos dividir este endereço da seguinte forma: 192.168.0 e .1, onde o primeiro grupo, 192.168.0, pertence ao endereço da rede, enquanto que o último grupo, .1, pertence ao componente da rede. Isto nos sugere que, para pertencer à mesma rede, outro computador precisar ter seu endereço IP iniciado em 192.168.0, diferenciando-se apenas seu final, que pode ser .2.

O endereçamento de um computador dentro de uma rede não utiliza somente seu endereço IP; ele é também composto pela "Máscara de sub-rede" e "Gateway".

Máscara de sub-rede

A máscara de sub-rede, como o nome diz, é uma máscara que indica qual parte do endereço IP corresponde ao endereço da rede e qual parte corresponde ao endereço do componente em si. Ela também é formada por um número de 32 bits, dividido em quatro octetos e geralmente em cada octeto são utilizados os números 0 e 255. Exemplo: 255.255.255.0, onde o número "255" representa os octetos que pertencem ao endereço da rede e o número "0" representa os octetos que pertencem ao endereço do componente.

mascara-sub-rede
Nós de uma rede com seus endereços IPs e máscaras de sub-rede

Analisando a imagem acima, podemos observar que:

  • a máscara de sub-rede desta rede é 255.255.255.0;
  • se em uma máscara, cada número "255" representa a rede e cada "0" representa os componentes, então o único octeto que pode variar entre estes nós dentro desta rede é o último;
  • se cada octeto no endereço IP pode variar entre 0 e 255, e nesta rede somente o último octeto pode variar, então é fácil descobrir que esta rede pode ter no máximo 256 componentes.

No exemplo acima, se a máscara utilizada fosse a 255.255.0.0, os dois primeiros octetos dos endereços IPs dos componentes não poderiam variar, enquanto que os dois últimos poderiam; como cada um pode variar entre 0 e 255, então teríamos 256x256 variações disponíveis, o que dá 65.536 possibilidades; portanto, a rede poderia ter até 65.536 componentes.

Gateway

Outro componente importante em um endereçamento de rede é o endereço de seu gateway, que é indicado pelo seu endereço IP.

Gateway é o componente de entrada e saída de dados desta rede; é ele quem faz a comunicação desta rede com o seu exterior, isto é, com outras redes.

A indicação do gateway durante o endereçamento dos IPs é importante, pois caso um componente interno da rede precise enviar alguns dados para outro computador em outra rede, ele enviará estes dados ao gateway, que fará toda a comunicação com a outra rede e enviará estes dados para esta outra rede. Se algum dado for recebido de fora, o gateway irá recebê-lo e enviá-lo ao componente de destino.

gateway
Endereçamento com indicação do gateway

Servidor DHCP

Todos os componentes em uma rede precisa ter um IP e máscara de sub-rede, para que possam ser localizados dentro da mesma.

Muitas redes possuem dois, três ou no máximo quatro componentes; fazer o endereçamento destes componentes não seria tão trabalhoso e demorado, pois são apenas quatro componentes. Agora, imagine fazer o mesmo serviço em uma rede com 100, 150 ou até mais componentes e que, para piorar a situação, a todo instante componentes são inseridos e retirados desta rede: seria uma tarefa complexa e demorada, o que aumentaria substancialmente a possibilidade de erros de configuração, como por exemplo IPs duplicados.

Para facilitar o endereçamento em uma rede, podemos utilizar um servidor chamado "Servidor DHCP", que utiliza um protocolo com o mesmo nome.

O que este protocolo faz? ele fica de prontidão, aguardando os pedidos de novos endereços feitos pelos componentes que são inseridos na rede; quando um destes pedidos chega, o protocolo reserva um endereço e o envia para o componente, que assim fará automaticamente seu endereçamento. Se o DHCP perceber que um componente não está mais ligado à rede, ele simplesmente libera o endereço que era utilizado por este componente, disponibilizando-o para outros que precisem, posteriormente.

servidor-dhcp
Passo a passo do funcionamento do DHCP

 


+ RECENTES DE E. Fundamental

Netscape x I. Explorer
A Verdadeira História da Internet
Crescimento da Arpanet
História da Internet
Internet
Internet
sistemas-numericos
Sistemas Numéricos
comments powered by Disqus

Voltar ao Topo